Exercícios X Depressão: O que dizem os estudos recentes?

Muitos estudos mostram que a incidência de depressão é maior nos idosos. Já foi dito que esse padrão é associado com a serotonina, uma substância cerebral que influencia no humor e no comportamento e envelhecer causa a diminuição no nível de serotonina no corpo. Mas, existem muitas pesquisas documentadas que mostram que as pessoas que se exercitam, tendem a ter uma menor chance de desencadear uma depressão.
 

Estudos

 
Um estudo recente publicado na “Medicine and Science in Sports and Exercise” podem ajudar a explicar os impactos positivos dos exercícios na depressão. As pesquisas mensuraram os efeitos dos exercícios nos níveis de triptofano em homens entre 57 – 70 anos. O aminoácido triptofano é um importante precursor para a manutenção da serotonina. Os pesquisadores previam que o nível de serotonina poderia ser maior em idosos que se exercitam regularmente, e isso foi exatamente o que encontraram baseados nas mudanças do nível de triptofano no metabolismo… Houve um aumento na síntese de serotonina durante os exercícios e o nível continuou elevado na recuperação após a atividade física. Esse estudo só deixa mais claro ainda os benefícios físicos e mentais derivados de se exercitar.
 

Fonte: Pacific Health Labs

Carregando...