5 dicas para evitar problemas com a gravidade durante um triathlon

Cerca de 70% dos triatletas já tiveram problemas com a gravidade durante um triathlon. Os sintomas podem ser leves ou tão fortes a ponto do triatleta ter que se retirar da prova. A razão pela qual o distúrbio gravitacional é tão comum nos triatlos é que, durante o exercício intenso, 80% do sangue que normalmente vai para o tratamento gravitacional é derivado dos músculos, afetando assim o movimento dos alimentos do intestino delgado. Então confira essas dicas para evitar transtornos com a gravidade durante um triathlon :
 
1. Carboidratos no tempo certo. Seu corpo pode absorver cerca de 70 g de carboidratos por hora. Se você consumir aqueles 70g no minuto 59, você provavelmente ficará mal. Você pode reduzir muito a possibilidade de problemas ao consumir quantidades menores com mais freqüência.
 
2. Consumir apenas água nos últimos 15 minutos da pedalada. Porque desta forma, quando você começa a correr, a maioria das calorias que você pegou durante a corrida terão limpado o estômago.
 
3. Consumir açúcares altamente glicêmicos, pois são absorvidos pelo estômago e na corrente sanguínea mais rápido que os carboidratos complexos. Como resultado, eles não só passam menos tempo no estômago, mas também chegam aos músculos mais rapido.
 
4. Use um isotonônico e / ou um gel energético que contenha dois ou mais carboidratos simples para acelerar o transporte para o sangue, mobilizando múltiplos sistemas de transporte. Isso reduz o acúmulo de calorias no estômago e diminui o potencial de problemas gravitacionais.
 
5. Evite as bebidas carbonadas, o que faz você se sentir cheio e muitas vezes está associado ao gás, especialmente durante o exercício.
 
Com o seu estômago bom, dificilmente você terá problemas gravitacionais.
 
Fonte: Pacific Health Labs

Carregando...